Ponto Chic
Ponto Chic
Ponto Chic

História
Assessoria de imprensa

Assessoria de Imprensa:
Átila Benevides - (11) 99537-3195 - (11) 5083-0436 - 
imprensa@zenitpress.com.br 
Carlos Eduardo F. Brandão - (11) 94194-1156

Contato proprietários:
Rodrigo Alves - (11) 98819-6635 - rodrigoalves@pontochic.com.br
Marcio Landino - (11) 99459-6035 - marcio@pontochic.com.br

 
 
CONHEÇA O PONTO CHIC
Marco da gastronomia paulistana, berço do verdadeiro bauru
 
Próximo de completar um século de atividade ininterrupta, o restaurante é o dono da receita original do tradicional sanduíche, patrimônio imaterial do Estado de São Paulo
 
A cidade de São Paulo completa 466 anos no próximo dia 25 de janeiro e um dos restaurantes mais antigos da capital paulista, o Ponto Chic, chega aos 98 de existência em 2020, fortalecendo ainda mais uma relação marcante e quase centenária entre ambos. A história é próxima desde sua inauguração em 1922, no Largo do Paissandu, coincidindo com a Semana de Arte Moderna, quando o local passou a ser frequentado por intelectuais, artistas, modernistas e grandes celebridades como Mário de Andrade, Anita Malfatti, Monteiro Lobato e tantos outros.
 
Os alunos da Faculdade de Direito do Largo São Francisco também se tornaram assíduos frequentadores. Um de seus mais ilustres alunos, Casimiro Pinto Neto, participou da Revolução Constitucionalista de 1932 no Batalhão '14 de Julho', formado quase em sua totalidade por estudantes constitucionalistas.
 
Por ter nascido em Bauru (SP), Casimiro Pinto Neto carregou o nome do município como apelido e, em 1937, foi o protagonista na criação do sanduíche que seria o mais pedido da casa dali em diante. “Era um dia que eu estava com muita fome. Cheguei para o sanduicheiro Carlos - hoje já falecido - e falei: - Abre um pão francês, tira o miolo e bota um pouco de queijo derretido dentro. Depois disso, o Carlos já ia fechando o pão e eu falei: - Calma, falta um pouco de albumina e proteína nisso (Eu tinha lido em um opúsculo livreto de alimentação para crianças, da Secretaria da Educação e Saúde, escrito pelo ex-prefeito Wladimir de Toledo Piza, também frequentador do PONTO CHIC - que a carne era rica nesses dois elementos). Bota umas fatias de roast beef junto com o queijo e ele já ia fechando de novo quando eu tornei a falar: - Falta a vitamina, bota aí umas fatias de tomate. Quando eu estava comendo o segundo sanduíche, chegou o “Quico” - Antonio Boccini Jr. -, que era muito guloso e pegou um pedaço do meu sanduíche e gostou. Aí ele gritou para o garçom, que era um russo chamado ALEX: - Me vê um desses do “BAURU”. “Os amigos foram experimentando e o nome foi ficando. Todos quando iam pedir falavam: Me vê um do “BAURU” e assim ficou o nome de BAURU para o sanduíche”.
 
A criação de Casimiro fez muito sucesso, projetou a imagem da capital paulista em outros países e virou patrimônio imaterial do Estado de São Paulo em 2018.
 
A receita do bauru leva fatias de rosbife, tomate, pepino em conserva, e quatro tipos de queijos fundidos em banho-maria (queijo prato, estepe, gouda e suíço), preparados de um jeito único no pão francês fresquinho e crocante. Os chapeiros são treinados para manter o sabor e a originalidade, assim, geração após geração, quem visitar as lojas terá sempre a mesma experiência deliciosa ao provar o verdadeiro bauru. Algumas lanchonetes adicionaram aos seus cardápios elementos inspirados na receita do bauru, difundindo ainda mais a fama do sanduíche ao redor do Brasil, mas o original só no Ponto Chic.
 
Localizado próximo à Galeria do Rock e ao Theatro Municipal, o Ponto Chic entra no roteiro turístico do centro histórico de São Paulo, sendo uma ótima opção de passeio durante o aniversário da cidade.
 
Perto de completar 100 anos no Largo do Paissandu, o restaurante ainda possui outras duas unidades (Perdizes e Paraíso) e permanece funcionando de forma bem estruturada e em pleno crescimento. A prova disso é que no ano passado foram vendidos cerca de 140 mil baurus nas três lojas.
 
Prêmio - O Ponto Chic foi eleito a lanchonete preferida dos paulistanos em 2018. Esse foi o resultado de uma pesquisa realizada pela Vejinha em parceria com a empresa de pesquisa digital MindMiners. O estudo tinha o objetivo de descobrir quais as atrações culturais e de lazer, bairros, bares, restaurantes, baladas, personalidades e marcas preferidas dos paulistanos. Foram ouvidos 1.500 moradores da cidade das classes A e B e o Ponto Chic ficou em primeiro no quesito lanchonetes, com 15%.
 
O tradicional Bauru - Confira abaixo  como essa delícia é preparada:
 
 

Rodrigo Alves – Proprietário do Ponto Chic
 
 
LOJAS DO PONTO CHIC
 
PAISSANDU
Largo do Paissandu, 27 Tel.: (11) 3222-6528
 
PERDIZES
Largo Padre Péricles, 139 Tel.: (11) 3826-0500
 
PARAISO
Praça Oswaldo Cruz, 26 Tel.: (11) 3289-1480
 
Site: www.pontochic.com.br
 
 
 
 
Voltar
by: awdigital.com.br